Trending This Week:

ads

4 de ago de 2011

“Dois dias para sonhar”

 -
Quieta! Por favor, não perturbe meu sono. Sinto que posso ter aprendido, mas são apenas sensações transparentes e nada mais que isso, nada além do barulho dentro dos meus pensamentos.

Duas vezes mais. É tudo tão confuso, tão estranho, ainda que previsível. Talvez eu deva continuar aqui, deitado, tentando não acordar, mas não há escolha, muito menos tempo. E as lágrimas desaparecem por um instante e tudo volta ao normal, ou pelo menos se tenta.

Não há nada de errado com o que somos, e sim com o que nos tornamos. Sempre temos escolhas e sempre somos consequência de nossas decisões, claro, se não formos vítimas de um “intocável” destino.

É bem verdade que ninguém vive em sonhos, porque tudo não passa de uma criação surreal, ironia, pois ninguém realmente vive sem sonhar.

E eu continuo aqui insistindo: deixe-me quieto, porque ainda existe muitas fantasias para construir, se é que você consegue acompanhar meus passos. Preciso manter-me ocupado ou os mesmos dois dias permanecerão estranhos e confusos. 

Autor: Antonielson Sousa

Disqus Shortname

Comments system