Trending This Week:

ads

15 de nov de 2010

Divulgada a relação de poesias do 23º Festival Maranhense

SÃO LUÍS - A Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, divulgou a relação das 20 poesias concorrentes no 23º Festival Maranhense de Poesia Sousândrade. O festival será aberto nesta quinta-feira (18), às 21h, no Teatro da 4ª Feira do Livro, instalada na Praça Maria Aragão, em São Luís. O 23º Festival de Poesias Sousândrade tem apoio da Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura.
O festival é aberto ao público e será encerrado na sexta-feira (19), com a realização da grande final, no mesmo horário e local. Na ocasião haverá a declamação das poesias finalistas, divulgação e premiação dos vencedores. A premiação geral é de R$ 5.700,00, mais Troféu Oficial e participação no livro digital em CD. O melhor poema receberá R$ 1.600,00; 2º Lugar: R$ 1.300,00; 3º Lugar: R$ 1.000,00; Melhor Intérprete: 1º Lugar: R$ 800,00; 2º Lugar: R$ 600,00 e o 3º Lugar: R$ 400,00.
O diretor do Departamento de Assuntos Culturais e coordenador geral do Festival Sousândrade, professor Doutor Alberto Pedrosa Dantas Filho, informou que a comissão de seleção do 23º Festival Maranhense de Poesias Sousândrade é formada pelo professor e poeta Alberico Carneiro; o jornalista, professor, poeta e pesquisador de cultura popular Paulo Melo Sousa e pelo professor universitário e poeta Josoaldo Lima Rêgo, que é o coordenador-adjunto do festival.

Concorrentes

As 20 poesias concorrentes no 23º Festival de Poesias Sousândrade são: A Palavra Corta Pedra, de Barreto do Prado; Amor Incerto, de Marcos Filho; Antigamente, de Jéssica Mendes; Anti-silêncio, de Sebastian Ribeiro Filho; Ave Música, de Andréa Costa; Botas-Calçadas-de-Concreto, de Igor-Pablo; Epíteto, de João Nery; Família, de Dyl Pires; Fotografia, de José Ricardo Miranda; Madame Morte, de Amâncio Ferreira; O Espelho, de Hesaú Rômulo.
E mais: O Poema é Meu Pastor, de Ney Farias; Poema de Amor, de Francisco Rayol; Quem Sou Eu, de Josué Sombreira Castro; Reviravolta, de Bioque Mesito; Sem Eira Nem Beira, de Carlos Wagner Lima Bastos; Suíte Entre-Rios, de Ernane Oliveira; Travessia, de Felipe Ucijara; Veneziana, de César Borralho e XII, do poeta Weslley Sousa Silva.

As informações são do Departamento de Assuntos Culturais da UFMA.

Disqus Shortname

Comments system