Trending This Week:

ads

20 de jul de 2011

“Ta vendo só” – O que a Argentina ensina sobre curso superior


Eu como um grande amante do esporte, claro, mantenho minha rivalidade sempre no topo, quando se fala de Argentina, seja contra nossa seleção brasileira, ou mesmo contra nossos times quando disputam a taça Libertadores da América. Mas de uma coisa eu confesso admirar nossos “arquirrivais” – O incentivo aos jovens para ingressarem no ensino superior.

A matéria exibida hoje, dia 20, no Jornal Hoje, dizia que das 103 instituições de ensino superior na Argentina, 85 são públicas, sendo que a maioria localizada em Buenos Aires. O país “declara” o aceso irrestrito às universidades. De todo esse investimento do governo pode-se perceber os grandes resultados, se comparado ao Brasil. Uma faculdade de desenho gráfico na UBA, a Universidade de Buenos Aires, não custa nada. Em São Paulo, a mensalidade pode custar até R$ 2.500. Os custos que o estudante precisa arcar são com transporte, alimentação e moradia.

O principal desavio para quem quer cursar um curso superior na Argentina é sem dúvida alguma, segundo os vários brasileiros, o idioma. A maioria prefere começar, em aulas, a falar castelhano, para isso, existem empresas que ajudam estudantes antes de ingressarem no ensino superior. Há também um “detalhe”  que precisa ser esclarecido, alguns diplomas da Argentina não são aceitos aqui no Brasil, outros precisam passar por avaliação, por exigência. Então é melhor ver quais as orientações do MEC. Você pode saber isso clicando AQUI.

Escrito por Antonielson Sousa

Disqus Shortname

Comments system