Trending This Week:

ads

9 de abr de 2011

Retrato do hoje

 
Alguém, por favor, poderia me dizer o que acontece com a gente?

Corre por estas bandas um vídeo onde monstros brincam de matar homem. Como se fossem o deus que decide. Barbaridade é a palavra chave.

Anos se vão e aquela Idéia de se resolver problemas com conversas também se foi. Hoje, as simples conversas são sinônimos de grandes problemas, pra não dizer desgraça.

Já se foi o tempo em que mortes eram realmente lamentadas. Hoje, “é apenas uma mais”, resquícios de uma geração confusa. Fascinante, mas confusa.

Perdemos a noção da sensação do sorrir. Não fomos longe, estamos longe. Como peregrinos em terras relativas.

De onde vem tanta frieza? Corpos mutilados pelas ruas, em nossos olhos. Culpa dessa vontade própria. Realidade inundada por cores exuberantes e ao mesmo tempo acompanhada por pretos e brancos.

Já se foram aqueles dias em que o respeito era indispensável, hoje, fazemos de tudo para dispensá-lo. Talvez falte expandir nossas prioridades e pensar além de nós mesmos.

Crônica escrita por Antonielson Sousa

Disqus Shortname

Comments system