Trending This Week:

ads

26 de jan de 2011

"Ao ver você" - Minhas crônicas

Imagem

Duas causas sobre o que é real em mim – você e eu -. Fui obrigado a assistir esse palco em que vivo se despencar. O que fazia sentido desta vez? Correções de minhas razões seqüenciavam enquanto eu girava com meu mundo.

Fiquei longe de qualquer consciência, afinal, não conseguia nem mesmo acreditar que meus olhos voltassem a vê-la.  Eu andava completamente descrente quanto a isso. Culpa desse nosso lado em que aprendemos a viver quando a morte parece ser a melhor saída.

Mas veja só, agora estou aqui, frente a frente com você, frente a frente comigo mesmo. Tão magoado pelo que aconteceu e vulnerável sobre esse detalhe que nos cruzou outra vez.

Volto a sentir a doçura dos teus dedos entre os meus. E os vejo caminharem por minha face. E acompanho teu próprio perfume me consumir.

É como outro sonho, real e perfeito. Como outra vida, justa e contestável. Retocada por esse impasse diluente sobre a verdade que pensamos ser e a certeza do terreno sinuoso que é.

Pois que seja sonho se preciso e eu jamais acorde. Ora, perco toda realidade se essa for a condição para ter você. “Mais vale viver um sonho, do que morrer em uma realidade”, ainda mais se ela for sem você.

Crônica escrita por Antonielson Sousa

Disqus Shortname

Comments system