Trending This Week:

ads

14 de jan de 2011

SEGREDOS EM SILÊNCIO


Kant insistiu: “Mesmo a mulher mais sincera esconde algum segredo no fundo do seu coração”. Ah... Como questioná-lo. Eu bem sei que tais segredos são colírios aos meus olhos, ou quem sabe, músicas aos meus ouvidos.

No fundo de minha penúria psicológica, eu ainda saberia me aconchegar nos braços de minha amada, porque não é essa a questão alvejada. Ao invés de insinuarem sobre a mentira, deveriam entender que todos precisam de seus segredos. 

Eis a questão tão indolente. Frente a frente com nossas sensações. Já era culpa revelar, pois que seja segredo a segredar e eu diga isso bem baixinho a mim mesmo.

Tão puro como a criança inocente que bate em outra criança é o segredo bem guardado por justa causa.

Há  controvérsias sobre tais questionamentos, mas existe tanta coisa que deveria continuar oculta, pelo “bem da humanidade”. Muitos passos não podem retornar os velhos caminhos, e por isso, acredito que deva recomeçar logo. Os segredos são delírios silenciosos.

Crônica escrita por Antonielson Sousa

Disqus Shortname

Comments system